30 de julho de 2013

Ainda existe racismo? - Parte II

Após o post de ontem, alguém que tem o hábito de me informar de coisas importantes e ajudar sempre que preciso (e a quem muito agradeço a paciência para me aturar na "vida real" ), mostrou-me este vídeo: 



Sendo uma representação, foi uma bela "bofetada" para a senhora chic! Pena nem sempre existirem comandantes assim... 

29 de julho de 2013

Ainda existe racismo?

Este tema para um post já estava nos rascunhos (aprendi a usar rascunhos para me lembrar de alguns temas a abordar, boa Inês!) há algum tempo. A vontade de escrever, seja sobre o que for, tem sido pouca...passo por aqui e por outros blogs, mas não há muita vontade mesmo... Continuando. 

Li uma notícia (já não sei quando, semana passada talvez) em que tinham sido arremessadas bananas a uma ministra italiana de origem congolesa, não sendo esta a primeira vez que a atacavam - outra ataque foi uma pessoa chamar-lhe de orangotango. Portanto a senhora é de outra raça, não deixando de ser italiana mas há pessoas parvas que acham que podem insultar e maltratar. Estas pessoas são tristes! 
A ministra diz (lido noutra notícia) que se sente cansada destes insultos, demonstrações de racismo, como queiram chamar, e que a maior preocupação dela são as filhas de 20 e 17 anos. Estas raparigas estão a ver parte do país onde cresceram a maltratar a mãe...não é fácil de lidar. 

(a senhora até tem um ar simpático :) )

Em pleno séc. XXI, o racismo continua a existir infelizmente. Não percebo (mais uma coisa a juntar à minha lista de não perceber) o racismo. Somos todos pessoas, umas mais brancas, outras mais pretas, morenas, todos temos cérebro (apesar de alguns parecerem que não) e conseguimos pensar...sabemos diferenciar o bem do mal. Será que os racistas pensam que são superiores por serem brancos (vou usar brancos e pretos mas não é para ofender ninguém)? Será que os pretos também se sentem "superiores" aos brancos? Gostava de saber como se sente um branco numa terra africana por exemplo. 

Esta senhora por se manter no governo italiano, após ser criticada e insultada da forma que foi, merece ainda mais o respeito de todos! 

26 de julho de 2013

Happy End

Sou tão fútil nestas coisas, mas estou feliz! Consegui completar a minha colecção da Charlaine Harris! 12 livros seguidinhos prontos a ler - alguns a reler, se bem me lembro parei no 7... Agora falta terminar o Equador e decidir se parto para o mundo dos vampiros e lobisomens ou vou para um mundo mais real. 
O Equador está difícil de terminar, não me dá vontade para lê-lo, contudo vou dar-lhe uma nova oportunidade, continuar a ler mais um pouco. Se realmente não conseguir parto para outro livro...são tantos os que me faltam ler! :)

24 de julho de 2013

Nome do Rapaz

Pois bem, sei que não tenho nada a ver com o nome do filho do William e da Kate, não sou eu que o vou educar, nem vou ter nada a ver com ele aqui no meu Portugal. Contudo como qualquer pessoa com opinião, tenho direito à minha e assim cá vai:
Não gosto, pura e simplesmente não gosto, nem em inglês, nem em português... 
George Alexander Louis - não me soam bem, não são tão "simples" (não é a palavra certa mas não me lembro de mais nenhuma que exprima bem o que quero dizer). Digamos que é "nome à velho" - nada contra os velhos atenção! O rapaz vai ser o Príncipe George. (digam lá se gostam?)

Independentemente do nome, que tenha muita saúde! 

Longa vida ao Jorge Alexandre Luís! =D

22 de julho de 2013

Pessoas estranhas e doidas, com todo o respeito!

Ao ver imagens do Papa Francisco no Brasil, a passear (ou lá para onde ele ia) num carrito perfeitamente normal, e com as pessoas mesmo à volta do carro devo dizer, com todo o respeito, ele é doido! E põe a segurança doida! Estava de vidro aberto, a acenar para as pessoas, mão de fora do vidro, a uma velocidade mesmo baixa... Simplesmente gosto! Gosto de pessoas ditas estranhas e diferentes, doidas pode-se dizer. Eu própria sou uma pessoa estranha. Por isso, gosto deste Papa, vai contra os protocolos...o papamóvel ficou na garagem e lá anda ele num carrito como qualquer pessoa normal. Acho muito bem! 

(contudo arrisca um bocado, aquilo não anda muito católico para aqueles lados!)

21 de julho de 2013

MarésVivas!! No Cabedelo!

Sábado foi dia de Marés Vivas! Gosto de música, mas não sou daquelas pessoas que reconhecem nomes das músicas e cantores...como costumo dizer sou uma inculta musical! :) 
Então era dia de La Roux, James Morrison e David Guetta. Pois bem eu só conhecia os dois últimos de nome e sabia identificar uma ou outra música do Guetta que por vezes dá na rádio - do James não sabia dizer que música ele cantava. Mesmo assim lá fui eu, aproveitar as minhas "férias" que também mereço. 
Palco principal, quase na frente e começam Orelha Negra. Uma banda portuguesa que pensavam eu que cantavam alguma coisa! Enganada redondamente: só metem música. Que me lembre nunca falaram para o público, nem que fosse um olá, está visto que se não gostei. Depois La Roux. A vocalista tinha um estilo altamente, muito à frente, mas ficou-se pelo estilo. Ritmo das músicas era sempre o mesmo e apesar de falar com o público (já estávamos a melhorar comparativamente com os anteriores) nem um sorriso mostrou... 

Reconheci James Morrison quando ele apareceu no palco! (Aparte para as meninas - Aquele homem é giro todos os dias! Um sorriso de fazer perder qualquer uma! :) ) Conheci algumas músicas que ele cantou, outras nem por isso, mas adorei! Energia fantástica, sempre em contacto com a plateia, muito bom mesmo! 

E depois David Guetta! Eu que não gosto de música electrónica, fiquei fã deste senhor! Para ajudar, o palco em cima do palco que ele tem, toda a gente vê. Também sempre em contacto com o público, muita música e imensa gente para vê-lo, quase que nem dava para mexer. 

No meio disto os malucos da Comercial - Vanda, Pedro, Nuno e Vasco - a cantar a música do festival (já estava farta de a ouvir, já que nos "intervalos" entre as actuações era a única música que dava). Muito boa onda e o percurso do Vasco no barco, lindo de ver! Especialmente porque o pessoal não o deixou cair (apesar da muita turbulência) mas os seguranças mesmo no fim deixaram... =D 
Aspectos negativos do festival: 
  • a proibição da entrada de comida e bebida. Numa altura em que o país está em crise, deitar comida e bebida fora (quem a leva) ou obrigar a comprar a preços elevados desnecessariamente é mau. 
  • a "proibição" de máquinas fotográficas. Esta eu não percebo! As pessoas não podem registar os bons momentos que passam no festival porquê? Contudo vi imensas pessoas com máquinas dentro do recinto e até com tablets!!! Não levei a minha máquina, com muita pena minha, porque não deixavam entrar, afinal bem que podia levar... Se uma pessoa pode entrar as outras também podem. Incoerência portuguesa ao máximo. 
  • o espaço. Pequeno demais para tantas pessoas. Apenas um rectângulo, com dois palcos em cada lado e depois barracas pelo meio. 
  • o palco devia ser mais alto. Esquecem-se que há pessoas mais baixinhas e que com braços, máquinas fotográficas e chapéus no ar não conseguem ver. 
  • a barraca (?) da famosa marca de cervejas no meio do espaço, mesmo em frente ao palco. A sério que não havia mais nenhum sítio para a colocar? 
Ficam os grandes concertos de James Morrison e David Guetta para recordar, apenas na memória, porque fotos só mesmo as oficiais.

PS: Esqueci-me de falar no jogo de luzes que o David Guetta apresentou! Soube jogar muito bem as músicas com as luzes... Mais uma vez, muito bom! :)

19 de julho de 2013

Esta Espécie de Loucura

Esta espécie de loucura
Que é pouco chamar talento
E que brilha em mim, na escura
Confusão do pensamento,

Não me traz felicidade;
Porque, enfim, sempre haverá
Sol ou sombra na cidade.
Mas em mim não sei o que há

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"
Porque é dos poucos poetas que me faz gostar de ler poesia, apesar de ter detestado a Mensagem.
Porque muito do que escreve sinto como meu, mesmo poucos compreendendo o porquê. 
E como de cartas se falou, as cartas dele para a Menina Ofélia também serão um dia lidas por mim... 

18 de julho de 2013

Cartas & Postais

Pois bem hoje vou falar de algo que gosto mas que pelos tempos nunca envio: cartas e postais! 
Sempre gostei de algo escrito, preferencialmente à mão. Saber que alguém se lembrou de nós e que perdeu 5 min que seja para nos enviar uma carta...a expectativa ou a surpresa ao receber alguma coisa na caixa de correio! 
Acho que nunca recebi um postal :( cartas recebi as normais na caixa do correio - contas, amostras ou a óptica a desejar as boas festas - de resto nenhuma de carácter mais pessoal (tirando aquelas de S. Valentim da escolinha entregues em mão). E acho triste! Gostava de receber... O e-mail torna tudo mais virtual, as sms's, apesar de também poder existir alguma expectativa, são banais, algo corriqueiro. As cartas não... 
Já me inscrevi no postcrossing, mas quando decidi "seleccionar" alguém para enviar um postal surgiram tantas coisas que acabei por não mandar. Nunca mais voltei ao site, com esta confusão de avaliação e projecto. 

Não tenho a quem enviar cartas, não faço grandes viagens para enviar postais...talvez um dia isso aconteça... 

17 de julho de 2013

Recordações

Depois de uma noite bem dormida, claro que vem outra que custa a adormecer... Novamente com a companhia de Mentes Criminosas. 
Uma conversa para um futuro café com uma grande amiga, deu azo a recordações antigas, devido a certas fotos enviadas. É bom recordar...saber que tive na altura bons amigos, que me ajudaram a ultrapassar algumas decepções. Hoje, desses tais amigos, desse grupo único que parecíamos ser, resta uma amiga, essa tal amiga para o café. Fica porque é verdadeiramente importante permanecer na minha vida! Mesmo não falando todos os dias, mesmo estando imenso tempo sem nos vermos...mas a amizade continua. 
As recordações antigas, algumas que custam a recordar, fazem lembrar mágoas, desilusões, da minha pessoa ou infligidas por mim a outros. Só eu sei como me custou magoar especialmente uma pessoa, mas tinha de ser verdadeira comigo mesma. Se não o tivesse feito a verdade é que também não me tinha magoado (e bem!)...só que, lá está, não gosto de enganar os outros...coisa que depois me fizeram a mim... 
Paciência. Hoje aprendi com os erros, levaram-me à tal falta de confiança inicial nas restantes pessoas e levaram-me também a ter poucos amigos. Muitos ficaram pelo caminho...levo-os a todos no coração, uns mais marcantes que outros...

Foi um dia para recordações...o sonho, as fotos...simplesmente recordar...

16 de julho de 2013

Descanso merecido

Esta noite que passou deu para descansar imenso! Já não me lembrava de ter assim uma noite, em que me deitasse sem preocupações e não fosse preciso levantar cedo. Andava a precisar disto há muito, muito tempo... Contudo como pessoa não normal que sou (felizmente!) tive um sonho estranho! Para começar passava-se numa espécie de biblioteca/sala de espectáculos (essa parte foi boa, gostei do conceito) mas depois para me fazer companhia aparecia uma pessoa que até tem estado presente na minha vida e outra que não está há muito tempo presente e nem me parece que vá voltar a estar. 

Sou muito estranha! Ao menos sempre dá para recordar algumas pessoas que foram ficando pelo caminho, ou melhor, que se afastaram, ou eu me afastei, devido a escolhas normais da vida... 

15 de julho de 2013

4 anos depois...




pois estou, 4 anos depois estou: 
LICENCIADA!!!! 

Ainda falta a nota final, mas já sei que passo! :) 

E o esforço valeu a pena, pode não ser com grande média que acabo, mas acabou. Agradeço a todos pelo apoio que foram dando, tanto pessoal como virtualmente. Foram quatro anos que passaram a correr... 

This is the end, I hope!

Mal ou bem, vou estar assim...acabou. Para sempre ou até Setembro falta saber...mas já dá para relaxar um bocado. 



(post agendado.
Espero dar boas notícias quando vier aqui.)

14 de julho de 2013

Basicamente assim:





(vou agendar um post para amanhã, não sei se virei a este meu mundo dar notícias)

Apresentações para quê?!

Mas quem inventou o raios das apresentações?! Santa paciência...não consegui treinar nada e quando consegui senti-me literalmente a falar para o boneco! Que coisa! 

13 de julho de 2013

O que fazer?

Quando acabar a minha licenciatura, agora ou em Setembro, não devo arranjar trabalho na minha área. Não sou uma das queridinhas da turma, nem nada que se pareça...e sendo que aquela avaliação final correu mesmo mal pior ainda. Mas estou a pensar em várias hipóteses...ou arranjo trabalho noutra área cá, ou vou para fora já com trabalho semi-garantido (na área ou não, ir à maluca não me parece) ou então ir fazer voluntariado durante um tempo para fora também... 
Será que estou a ser muito pessimista? Acho que não. As coisas não estão fáceis para ninguém. E ter uma licenciatura completa pode não ajudar no momento de procurar emprego noutras áreas, para as quais podem não ser precisas tantas habilitações. A ver vamos...mas a ideia de um ano em voluntariado fora agrada-me, mesmo que seja aqui ao lado na vizinha Espanha... 

12 de julho de 2013

Se tu soubesses o que eu sou mas que não te conto não serias a mesma pessoa para mim!

Sou um bocado assim, há coisas que guardo só para mim e que se eu as contasse talvez a opinião que as pessoas têm de mim mudaria. Há coisas que poucas pessoas sabem de mim, essas são parecidas comigo mesmo havendo grandes diferenças entre nós. E é isso que eu acho piada! As pessoas mais diferentes de mim são as que mais me compreendem, com quem desabafo quando preciso, com quem brinco verdadeiramente... 
Não confio com facilidade nas pessoas, essencialmente devido a "quebras de confiança" gravíssimas que tive, não consigo fazer amigos por fazer, não gosto de sair à noite, beber ou fumar... Gosto de ler, gosto de noites calmas, prefiro um bar soft a uma discoteca cheia de gente, detesto estar em multidões... Perco por ser assim? Às vezes sei que sim, mas sou eu! E não mudo por ninguém... Já pensei que conseguiria mudar, que conseguiria aceitar e fazer coisas que até o disse que faria...hoje sei que não é assim. 
Gosto da minha maneira de ser. De ser a inocente Inês mas ao mesmo tempo a Inês perversa...tenho em mim dois lados opostos, que nem todos conhecem... E se não conhecem temos pena, não são dignos disso! :) Aprendi com a pouca experiência de vida que tenho que as pessoas não são o que parecem, mesmo quando as pensamos conhecer, e contra mim falo é verdade. Mas daí vem esta "protecção". As pessoas vão-me conhecendo aos poucos...há quem consiga isso mais rápido do que outros, é verdade. 
Aqui no blog consigo ser mais eu, o mix das Inês. Porque me "escondo" através no pc...porque quem lê não me conhece, não me julga verdadeiramente. Não sei, parece ser mais fácil "confiar"...e por isso vou confiando...e agradeço a todos os que por aqui passam e deixam o seu apoio, especialmente nesta altura de stress com o projecto. Obrigada mesmo! 

(e fica aqui mais um texto desorganizado, ao jeito da Inês)

O passado presente no presente!


Equador 
Miguel Sousa Tavares

Aqui está o problema do país! Ao ler isto, senti-me no presente...em pleno séc. XXI.

11 de julho de 2013

Ta-bela está!!!

Hoje não fiz grande coisa, nada mesmo. Estou mesmo sem vontade para isto... Acho que não disse, mas ontem mandei um e-mail com o que tinha feito para a dita sra, a ver se tinha alguma correcção a fazer. Está certo que tinha não é? (Ela responde à segunda e à quinta de manhã! Foi preciso chegar ao fim para perceber isto!! Tótó Inês!) Já modifiquei uma parte, falta outra que não sei como fazer...falta-me uma luz. Ideias para transformar tabelas simplificadas em algo mais simples ainda? Ah e ainda tentar reduzir dessa forma o número de diapositivos... Não sei mesmo. 

Estou a acabar as referências...coisa super interessante de se fazer e depois penso nas tabelas. Ai tabelas, tabelas... 

Final à vista...espero

Pois bem, hoje parece que o Sr. Cavaco Silva resolveu falar ao país. Sinceramente não ouvi, por "conversas" dos telejornais parece que apelou à união entre governo e PS. Não percebo bem porquê nem como ele queria fazer isso...mas aguardo para ver os novos episódios. 

Quanto à dita apresentação, já tem dia marcado! Foram rápidos! Também já está praticamente pronta...penso que o conteúdo está feito, falta os retoques finais de formatação e bibliografia, mas amanhã deve estar concluída. Depois é estudar bem! Já disse que detesto apresentar? Não me sinto nada à vontade quando apresento alguma coisa! Lá terá de ser... 

Acho que me falta confiança, sempre faltou. 

10 de julho de 2013

Dia perdido?

Tive um dia inteiro para fazer a apresentação, mas cheguei ao fim do dia com menos de metade feita! Não me apetece nada ter que apresentar o projecto... 
Ajudei uma amiga com o relatório de estágio (deve ter sido a única coisa que conclui hoje!). 
Em vez de ler para adormecer, estou a ver Mentes Criminosas no AXN...coisa leve! :) Também com este calor não se consegue dormir. 

Conclusão: não sou muito normal! Não foi um dia perdido, com a companhia de uma boa amiga nunca poderia ser, mas que podia ter sido mais produtivo da minha parte podia... 

Amanhã é um novo dia e a apresentação tem de estar feita...esperemos! 

8 de julho de 2013

Desfado

E aqui um fado, bem ao jeito português. Ter tristeza da alegria, alegria da tristeza, saudades do que não temos/tivemos...a reflectir. 


Ana Moura - Desfado

"Quer o destino que eu não creia no destino
E o meu fado é nem ter fado nenhum
Cantá-lo bem sem sequer o ter sentido
Senti-lo como ninguém, mas não ter sentido algum

Ai que tristeza, esta minha alegria
Ai que alegria, esta tão grande tristeza
Esperar que um dia eu não espere mais um dia 
Por aquele que nunca vem e que aqui esteve presente

Ai que saudade
Que eu tenho de ter saudade
Saudades de ter alguém
Que aqui está e não existe
Sentir-me triste
Só por me sentir tão bem
E alegre sentir-me bem
Só por eu andar tão triste

Ai se eu pudesse não cantar "ai se eu pudesse"
E lamentasse não ter mais nenhum lamento
Talvez ouvisse no silêncio que fizesse
Uma voz que fosse minha cantar alguém cá dentro

Ai que desgraça esta sorte que me assiste
Ai mas que sorte eu viver tão desgraçada
Na incerteza que nada mais certo existe
Além da grande incerteza de não estar certa de nada"

Finalmente!

Projecto entregue! Finalmente... a dita sra respondeu-me hoje de manhã, fui a correr para a faculdade, tive de fazer umas alterações (está bem que não eram nada de especial, mas já podiam estar feitas na sexta feira), imprimir, comprar CD e gravar...e entregar! 

Fica a faltar a apresentação...está quase! 

7 de julho de 2013

Palhaça eu?

Mas será que tenho cara de palhaça para gozarem comigo? Não é que a dita sra ainda não me respondeu? Tenho que imprimir e encadernar três exemplares para entregar amanhã. Não quero imprimir e ela responder-me logo à noite ou amanhã de manhã com alguma correcção de última hora e ter de imprimir novamente. Por muito que não vá ao e-mail ao fim de semana (sendo que já lhe mandei na quinta à noite, nem falo da sexta-feira), custava ir por 5 min sabendo que temos de entregar o projecto amanhã? 

Posso até estar a ser injusta, mas parece má vontade! 
Que stress...

6 de julho de 2013

Verdade


 Equador  - Miguel Sousa Tavares

E com esta frase comecei bem! 

5 de julho de 2013

Dia pacífico

Apesar do imenso calor, hoje foi um santo dia. Sem o stress do projecto (apenas as regulares idas ao e-mail ver se a sra já respondeu e até agora nada)... 
Vou tentar fazer uma coisa que já não faço há muito tempo: ler um livro! Isto de andar com avaliações, projectos, artigos para trás e para a frente tira-me a vontade de ler... 

Mas hoje vou começar um livro, tem de ser! 
Equador ou Só mais uma Vez... Um destes. Tenho de escolher :) 

Último e-mail será?

Espero ter acabado de enviar o último e-mail quanto à redacção do projecto à dita sra. Vamos a ver se amanhã me responde... 

Isto é mais importante que a actualidade política do país. Não percebi nada do que se passou...passou-me tudo ao lado literalmente. Sei que andaram em negociações, o Portas que ia parece que ia ficar mas já vai novamente. Não apanhei uma...

4 de julho de 2013

Lembrou-se de mim

A dita sra lembrou-se de mim! Finalmente... Hoje recebi e-mail com as correcções. Agora é corrigir o que ela diz que está mal e acabar o raio da conclusão que detesto fazer. 

Já vejo a luz ao fundo do túnel (pelo menos desta parte)... 



3 de julho de 2013

Mais um capítulo do dito projecto

Então estou a apenas alguns dias de entregar o projecto (espero eu) e a dita sra continua a enervar-me a alma! Mando-lhe e-mail e nada...já lhe mandei outro e continua sem dizer nada... 
Nem sei que faça. Se não me responder sou capaz de entregar mesmo sem ela o aceitar... 

Não custa dizer que está ocupada, mas que recebeu o e-mail. Ela perde por querer manter a distância entre professora e aluna. Não é por isso que a respeito mais, até pelo contrário... 

Aguardemos notícias. 

Soluções procuram-se!

Será a solução para esta crise eleições antecipadas??
Como o povo diz: estamos f****** e mal pagos!

Que é isto?

Então agora um post mais sério...a actualmente assim o ordena (ou não)! 

Ontem (já anteontem) foi o Sr. Ministro das Finanças que foi financiar para outros lados, hoje (já ontem) foi o Sr. Ministro dos Negócios Estrangeiros que também negociar para outro lado, amanhã (já hoje) parece que vão o da Segurança Social e a da Agricultura e mais qualquer coisa (não me apetece ir à procurar.)... O único que parece que fica é o Sr. Primeiro-Ministro. 
Não tenho nada contra ninguém, não sou partidária...tenho os meus valores e rejo-me por eles, quem for a favor terá o meu apoio, que for contra ouvirei, mesmo não concordando. Então aqui vai a minha opinião sobre as demissões ou não demissões ou até futuras demissões:
  1. comecemos pelo Gaspar - a ser verdade que pediu a demissão mais duas vezes para além da que foi agora aceite, acho que fez bem em demitir-se (mais uma vez)...se foi o momento oportuno? Não sei... 
  2. veio a Secretária de Estado para o lugar do Gaspar. Uma mulher, pensei eu que ia trazer um bocado de paz à coisa, mas afinal ainda fez pior! Ainda nem a Sra tinha tomado posse, já o Portas tomava o protagonismo. 
  3. Paulo Portas apresenta o demissão por não concordar com a decisão de colocar a Maria qualquer, Secretária de Estado, no lugar de Ministra das Finanças. Pelo menos foi o que eu percebi duma carta que anda pela net (foi a única que li). Acho que fez mal, primeiro deixava a mulher fazer alguma coisa, apesar de ser pupilo do Gaspar podia ser que tivesse outra sensibilidade para governar. 
  4. Agora o novo rumor é que amanhã, os Ministros do CDS vão pedir a demissão em bloco. Acho mal novamente. Lá porque o Portas saiu eles não deviam sair. Não é uma coligação? Quando o Relvas se demitiu, não foi mais ninguém atrás. Está certo que não era tão importante como o Secretário Geral do partido, mas pelo que sei era alguém importante no PSD.
  5. Outro ponto que em quase nada tem a ver com as demissões, mas como falamos de política aqui vai: é o papel do Presidente da República. O Sr. Cavaco parece-me que anda meio perdido...não entendo bem qual o papel do dito no meio disto tudo (ia dizer palhaçada mas não quero ser mal interpretada). O Sr. quando deve falar não fala, quando fala é para fazer queixinhas à Procuradoria da República...não entendo. 
  6. E para ajudar, pelo que ouvi muito vagamente, o Passos Coelho parece que não se demite. Neste caso acho que faz bem...se foi eleito e acha que consegue resolver o país, parece-me bem. 
Se concordo com muitas das regras impostas? Claro que não concordo! E algumas nem me afectam directamente. Só penso que não é a estar uns contra os outros que resolvemos as coisas. Há que saber onde se pode cortar e onde se deve cortar. Como aumentar a produtividade, a taxa de emprego... Será fácil? Claro que não! Mas nada nesta vida é fácil...e eu que o diga! 

E agora está o país neste impasse........esperemos que não prejudique ainda mais o nome de Portugal no Mundo! 

PS: Sr. Passos Coelho se precisar de alguém poupadinho e que sabe como ir equilibrando as contas, avise! Porque, se tudo correr, daqui a um mês estarei, esperemos que sim, licenciada e desempregada! Mais uma para as estatísticas...

PS2: Encontrei este vídeo que parece um bom resumo: